sábado, 29 de abril de 2017

Como perdi 9 quilos em dois meses

Todo mundo que me conhece sabe que eu tenho uma facilidade muito grande tanto para emagrecer quanto para engordar, e depois que foquei serio na academia e no controle do que como, comecei a conhecer um pouco mais sobre o meu corpo e meus limites.

Durante os dois primeiros meses de academia o meu foco foi sair dos 65 quilos e ir para 56, porém eu não queria emagrecer para perder o meu corpo, mas sim defini-lo e na academia eu consegui uma grande ajuda, porém na academia procurei focar na musculação e por fora manter um controle sobre minha alimentação.



Mas somente exercícios físicos sem ter um controle sobre minha alimentação eu não iria conseguir um bom resultado, então uma das coisas que tive que começar a identificar foi:

- Diferença entre fome e a vontade de comer algo, quando se tem fome você come e rapidamente a sensação de fome passa. Já a sensação de vontade, você ingere o alimento e a vontade não passa, como se fossemos um saco sem fundo.

- Prato único, isso e a coisa que mais devemos manter o controle, se a gente coloca no nosso pratico uma quantidade equilibrada e de alimentos saudáveis, acaba ajudando bastante a manter o controle e matar a fome.

- Planejamento alimentar, identifique o seu alimento semanal, saiba quais alimentos que fazer bem para o seu objetivo de emagrecer, e mantenha isso na sua rotina, uma das dicas que eu dou que foi o que eu fiz é faça uma lista de alimentos que cabe no seu orçamento e combine eles.

- Sexta Feira, Sábado, domingo e confraternizações, evite comer besteiras durante a semana para que no final de semana você consiga sair da rotina e comer umas besteirinhas indo ao cinema, saindo com os amigos, em aniversários ou até em casa mesmo. Lembrando que, coma para matar a sua fome e não para se empanturrar de comida.

- Faça um diario alimentar, aonde você consegue saber a hora da sua alimentação, tente ao máximo manter um controle para você não se frustar.



Lembrando que durante esses dois meses eu pratiquei 20 minutos de esteira ou caminhada 3x por semana e sempre bebendo muita água.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

A gente cansa


Ultimamente eu posso levantar as mãos e dizer chega, estou cansada. Mas calma.. não é cansaço físico, mas sim psicológico. Sabe, chega certo momentos que a gente cansa, cansamos de tudo. Acho que cansei até de cansar, com isso resolvemos jogar tudo pro ar, falar o que precisamos falar.

Cansei das mesmas perguntas, perguntas chatas, cobranças chatas, principalmente perguntas " silenciosas" na qual você percebe por um olhar, cansamos de tentar se adequar e se acostumar.

cansamos sim daqueles amigos que não são mais tão amigos assim. Daquelas pessoas que diz querer o nosso bem, mas nos rodeia pra saber de fofoca e sugar o próximo. Cansamos de nós importar, cansamos de quem se importa demais, e até de quem nem se importa. Eu posso dizer que eu estou cansada dessa coisa de diplomacia forçada, hipocrisia e falta de bom senso critico.




Acredito em muitos momentos da minha vida, que já lidei com todo tipo de gente, é que muitas pessoas são pessoas "tóxicas." ao ponto de nos fazer mal só por mantermos por perto, energia ruim mesmo sabe?

É triste falar algo assim, mas é real, nem todos ao nosso redor, são pessoas na qual precisamos ter. E não é egoismo, é auto amor.

Aprendi com o meu cansaço que a energia física importa muito, que o que estamos sentindo e vivendo é importante ser cuidado por nos mesmo e não pelas pessoas que "acha" que tal coisa é importante pra você. Cara, eu consegui aprender que a nossa energia muda, e devemos sempre tentar nos controlar e manter um certo temperamento, para não perder a cabeça. E isso implica muito quando nos afastamos de determinadas pessoas, porque para mim estados emocionais são sim contagiosos. Tanto para o bem, quanto para o mal.

Consegui perceber com esse meu cansaço que tem pessoas que eu gosto verdadeiramente e que eu realmente fazia sim questão de manter na minha vida, mas sinto a sintonia acaba não sendo tão verdadeira. Mas posso dizer que nunca me preocupei com isso, na verdade nem vou. Mais uma vez digo, é triste falar algo assim, mas é auto amor. 
Essas pessoas são as pessoas que querem prioridade, mas não me priorizam, que só aparecem pra sutilmente para pedir : coisas, atenção, favores, pra saber e falar o que não precisam.

Pois é, a gente cansa mesmo, cansa de explicar, de se importar, de fazer questão, de procurar, de tentar entender, de aceitar, de tolerar. Cansei do meio termo, daquele " mais ou menos", posso dizer que por muito tempo sinto falta de certezas, firmeza, de fazer o coração vibrar.

Troque de " amigos ", de emprego, mude de casa, de bairro, mude seu visual, se ame! aprenda a dizer não pra quem precisa ouvir um não, aprenda a dizer BASTA! A gente muda e aprende a lidar com o que realmente e importante, no fim de tudo a gente só precisa aprender a se respeitar, lidar com os próprios quereres e ter auto amor.

Diga sim pra quem te faz bem, para quem te inspira a ser maior e melhor a cada dia. Lute para manter pessoas que faz questão de estar contigo, seja a pessoa que você gostaria de estar ao lado. Se for preciso corte, corte mesmo aqueles que não te faz bem, que não te trás boas energia, que não vale a pena, que faz mal para sua saúde emocional.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Qual é o segredo?

Como as coisas da vida são engraçadas né, você decide que não nasceu pra viver só quando chega um certo ponto da vida, que não nasceu pra isso e pronto.
Então resolve escolher alguém pra ficar ao seu lado, ( alguns ficam, alguns não.) Alguém que combina com você e que satisfaça seus desejos, que te ajude com seus planos e que aconteça aquela via de mão dupla entre vocês, melhor dizendo aquela reciprocidade.

Mas, vamos descartar e deixar de fora aqueles relacionamento fantasiosos, no qual a relação não e " amor" e sim status, dinheiro e bens materiais. Porque estou falando de amor, paixão e coisas guiadas pelo coração, que na verdade prefiro lidar com a " razão. "



Posso passar horas aqui digitando o que é o amor para mim, o que é a paixão para mim ou até mesmo o que é agir com o coração ou com a razão, porém a unica coisa que realmente importa é que ter alguém do nosso lado que nos ajuda a viver um dia após o outro, que se for preciso corre o mundo a quem se ama, que se for preciso faz sim uma tempestade no copo d' água é sim uma delicia. Que faz o nosso dia cansativo e estressante virar um mundo magico e gostoso de viver.

É esse amor que todo mundo precisa viver, é esse amor que todo mundo precisa ter, amores que a gente não vê, mas sim sinta. Sinta ao ponto de arrepiar sabe?

Mas o segredo disso tudo é amar alguém que esteja disposto a se amar primeiro, para nós amar em segundo.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Não seja o porque de alguém


Essa semana terminei de assistir a serie 13 Reasons Why ( Os 13 porquês ) , que posso dizer que fiquei tão viciada e focada na serie que assisti os 13 episódios e 2 dias, com isso resolvi escrever não só sobre a serie, mas também sobre  o assunto que e muito serio e deve sim ter uma certa atenção sobre a sociedade, bullying, violência e suicídio.




Hannah Baker ( Katherine Langford ), É uma adolescente do ensino médio que comete suicídio após não aguentar mais a pressão e solidão que sente sobre sua vida, mas antes de se suicidar ela grava 13 fitas na qual descreve o porque chegou ao suicídio. Essas 13 fitas são entregues para 1 das pessoas que foi o porque do suicídio dela e foi passada a diante, até chegar na 13º pessoa.


Ao assistir a serie fui me lembrando de cenas que aconteceu no decorrer da minha vida de situações que eu ja vivenciei dentro ou fora da minha vida, na qual eu achava um absurdo mas não tinha muito do que se fazer além de tentar ajudar psicologicamente a pessoa, seja a causadora ou a vitima.
Li e vivenciei muitas pessoas dizendo que pessoas que tem depressão ou até mesmo causa suicídio são pessoas fracas, que isso é pra chamar atenção, que não existe problema psicológico, que o que falta e uma louça pra lavar.

O fato é que pessoas que sofrem depressão é porque está passando ou passou por alguma situação na qual a atingiu, que se não for trato por um especialista, pode levar a situações terriveis sim, assim como aconteceu com Hannah. A solidão, o vazio e as situações que Hannah vivenciou não e algo que acontece só em series ou filmes, é sim no nosso dia a dia, seja em escolas, faculdades, rodinhas de amigos, trabalhos ou até mesmo em casa.

Essa serie se trata de temas fortes e serios, aonde envolve todos os tipos de violencia seja psicologia ou fisica, como estrupo, pressão, drogas, bullying entre outras, temas que deve ser tratado e discutindo constantemente.

Se por acaso você conhece alguém e consegue perceber em pequenos detalhes que essa pessoa precisa de ajuda, ajude- o, não tenha medo ou deixe essa pessoa pra lá ou se até mesmo reconhece estar passando por um caso parecido com o de Hannah, peça ajuda, quanto o mais rápido melhor.

Isso é coisa seria, com isso pra ajudar ligue no numero 141 no qual você será direcionado para  o centro de valorização a vida.